Texto
Texto, uma editora do grupo LeYa leYa

Estudar de forma organizada

1. Procura sempre entender o que estás a estudar. Optar por decorar os conteúdos não contribui para o entendimento desses mesmos conteúdos.

2. Não deixes acumular matérias, pois isso dificultará o estudo posterior bem como o acompanhamento das aulas.

3. Se, ao longo do teu estudo, surgirem dúvidas, deves procurar esclarecê-las recorrendo a livros, à Internet (porque não?) e ao teu professor no mais curto espaço de tempo. Nunca deixes uma dúvida por esclarecer, pois isso irá afectar o teu processo de aprendizagem.
Atenção: As dúvidas não devem ser esclarecidas uma semana ou alguns dias antes de uma prova.

4. Quando estudares, procura fazer sínteses e esquemas das matérias. Isto permitir-te-á, não só compreender o que estás a estudar, como também te facilitará a revisão dessa matéria antes de um teste, por exemplo. Arquiva essas anotações numa pasta, dossier ou ficheiro do computador para que te seja fácil recuperar esses documentos. Procura não copiar as informações tal como surgem nos livros ou noutras fontes. Deves, sim, utilizar palavras tuas na explicitação das matérias que estudaste.

5. Presta atenção às aulas, pois são importantes para que consigas estudar em casa. A concentração é fundamental para o sucesso no teu estudo.

6. Durante a aula, deves registar no teu caderno as informações que consideras importantes e que ajudarão no teu estudo.
Atenção: Não precisas de anotar tudo o que é dito em aula. Tens que tentar ser selectivo(a) e crítico(a) em relação às informações que são fornecidas.

7. Procura fazer o maior número possível de exercícios sobre as diversas matérias. Só exercitando e tentando resolver vários exercícios, poderás mais facilmente progredir na tua aprendizagem. Lembra-te que a inteligência não é uma capacidade estática e que só se desenvolve se a exercitarmos. As pessoas que não conseguem são aquelas que desistem a meio do caminho. Certamente que não queres ser uma delas!

8. A finalidade da escola é oferecer às pessoas as condições necessárias para que sejam capazes de aprender sozinhas aquilo de que precisam. Deste modo serão autónomas e capazes de resolver problemas que certamente surgirão ao longo da sua vida.

9. Procura analisar-te a ti próprio(a) e descobrir as tuas dificuldades. Deves tentar, então, gradualmente e com persistência, superar essas mesmas dificuldades.

10. Não tenhas receio dos testes. Aproveita-os para avaliar e melhorar o teu desempenho.

11. Perante um problema, deverás:

Ter confiança em ti próprio.

Pensar antes de agir.

Ser persistente.

Não ter medo de errar (encara o erro como um instrumento para melhorar o teu desempenho).

Se tiveres dificuldade em resolver esse problema, não hesites em pedir ajuda ao teu professor, a outros colegas ou aos teus pais ou irmãos.

12. Lembra-te que não existe limite para o conhecimento. Depende de ti o sucesso na tua aprendizagem.

13. A gestão do tempo para o estudo é fundamental . O estudo geralmente rende mais se for intercalado com momentos de relaxamento. Procura estudar, no máximo, até 50 minutos ou uma hora e depois faz um intervalo de 10/15 minutos para relaxares. Depois regressa ao estudo e repete esta sequência.

14. Nunca faças uma “directa” antes de um teste, pois o facto de passares a noite sem dormires vai diminuir o teu grau de concentração no teste. Procura ter uma noite de sono tranquila. (Evidentemente que isto implica que tenhas as matérias sempre em dia).

15. Estudar em grupo é uma boa estratégia, pois permite a partilha de conhecimentos e a entreajuda entre os vários elementos do grupo. Aprender com os outros é sempre agradável. Convém, no entanto, que faças primeiro, sozinho(a), o estudo das matérias de modo a poderes interiorizar e estruturar esses conteúdos. Assim, ficarás mais conciente das tuas eventuais dúvidas.

16. Uma forma prática e eficaz de testares os teus conhecimentos é tentares explicar as matérias que estudaste a um colega, por exemplo. Se ele(a) entender as tuas explicações, então estás no caminho certo.

17. Procura ser organizado nos materiais. Escolhe, sempre que possível, um local calmo e tranquilo para estudares.

18. Está cientificamente provado que uma alimentação equilibrada (sobretudo um bom pequeno almoço) e a prática de exercício físico regular contribuem para um melhor desempenho na escola.

Relê, de tempos em tempos, estas recomendações para que possas ir avaliando a tua atitude em relação ao estudo.


Este conteúdo foi gentilmente cedido pelo Centro de Competência Nónio da Malha Atlântica.