Texto
Texto, uma editora do grupo LeYa leYa

Fruta: uma boa escolha.

O consumo de fruta pelo organismo humano é excelente para o bem-estar e para a saúde. Para comprovar esse facto, basta ler as boas razões que se seguem.

A fruta é doce
A fruta é doce e saborosa, agradável ao paladar de todos, grandes e pequenos e, se há frutas que cada um pode apreciar menos, a variedade é tal que existem inúmeras variedades de frutos por onde escolher.

Tal como o corpo humano, a fruta é constituída sobretudo por água
Tal como acontece a 80% do nosso corpo, e fruta também é constituída por uma percentagem semelhante de água.
Se pensarmos bem, faz sentido consumirmos alimentos com percentagens de água semelhantes à do nosso corpo. Os legumes e vegetais contêm muita água, por isso devem vir logo em segundo lugar.

A fruta não tem "mau colesterol"
Sabe-se que o "mau colesterol" está presente em muitos alimentos que consumimos. E a fruta não tem esse colesterol. Os produtos lácteos e de origem animal contêm-no em quantidades variáveis.

A fruta estimula a memória
Sim, a fruta tem um efeito positivo no cérebro humano: estimula a memória e faz-nos recordar factos mais depressa e com maior facilidade. Pensar em cérebros jovens e em crescimento, em quem estuda e na importância da memória, faz com que este aspecto benéfico da fruta tenha impacto na opção pelo aumento do seu consumo.

A fruta é cara
Existe a ideia de que a fruta é cara, é certo. Mas se fizermos a comparação com outros alimentos, a carne ou o peixe, por exemplo, ficamos a pensar...
O objectivo não é eliminar todos os outros elementos, mas pensar na vantagem de substituir alguns deles por fruta, dadas as claras vantagens alimentares desta.

A fruta tem propriedades curativas
Por si, isoladamente, o consumo de fruta não será responsável por curas repentinas, mas influenciará positivamente as melhoras e/ou a cura em algumas doenças.

A fruta tem fibras
É sabido que uma dieta rica em fibras ajuda na luta contra a obesidade, a hipertensão e outros factores de doença. O consumo de fibras tem tembém influência no funcionamento do sistema digestivo.
A fruta e os legumes contêm muitas fibras. Não deixe passar a oportunidade!

A fruta age sobre o nosso humor
Há propriedades na fruta que contribuem para combater a depressão e, a um nível mais simples, promovem uma atitude optimista. E nem é preciso comê-la pelo processo tradicional: o sumo de fruta caseiro, consumido imediatamente, de preferência, é um modo simples e agradável de absorver todas as suas propriedades. Para a alimentação de adultos e crianças, as razões acima expostas serão de considerar, mas recolhemos mais dois pontos de vista...

Há razões éticas para consumir fruta
Para os vegetarianos ou para todos os que acham que nenhum animal deve ser sacrificado para alimentar as pessoas, a fruta é uma boa resposta.
A abundância e variedade de frutos e vegetais existente proporciona opções muito variadas para fazer uma alimentação equilibrada, com ou sem produtos de origem animal.

A fruta e a Natureza
Um fruto na sua árvore ou planta, se for consumido do modo mais natural, está a promover em si a sua própria multiplicação, ao serem espalhadas na terra as suas sementes. A Natureza funciona assim e, muitas pessoas, se o podem fazer, contribuem para este ciclo natural: usar os animais para cultivar a terra e basear a alimentação humana nas plantas.